Tipos de porta-bebés 

por Julia Wronikowska Nunes

Ando há algumas semanas a preparar um post para cada um dos tipos de porta-bebés. Antes de os escrever, tive que arrumar as ideias e achei que seria interessante trazer-vos já a forma como agrupo os tipos de porta-bebés. Na verdade, é muito fácil:

1. Panos

Estes são os porta-bebés sem estrutura e que requerem uma amarração para receber o bebé, e há diferentes estilos:

  • Panos elásticos, uma peça de pano tricotado com alguma elasticidade;
  • Panos tecidos, feitos através de um processo de tecelagem,com pouca ou nenhuma elasticidade;
  • Slings de argolas, pano sem elasticidade com argolas metálicas;
  • Pouch sling – uma espécie de faixa
  • Híbridos, que misturam estilos que referi como por exemplo, panos elásticos com argolas.

 

2. Mochilas

As mochilas são porta-bebés estruturados, sempre com alças e que já incluem formas preparadas para receber o bebé:

  • Mei tai, originário dão China, é um porta-bebé com quatro alças abertas para ajustar e amarrar, duas passam por cima dos ombros e duas criam o cinto;
  • Mochilas ergonómicas com cinto com fivelas e alças ajustáveis, também com fivelas;
  • Podaegi, inspirado em tradições coreanas, um pano com duas alças abertas para ajustar e amarrar, sem cinto;
  • Onbuhimo, originário do Japão, com duas alças ajustáveis (com argolas ou fivela) mas sem cinto;
  • Híbridos, que misturam estes estilos, como por exemplo mochilas de cinto com fivela e alças de amarrar.

Simples, não é?

Digam o que acham e se quiserem ajudar-me com os posts que estou a preparar, partilhem as fotos dos vossos porta-bebés para criarmos uma galeria de cada tipo com muita variedade!

 

  • Foto de topo de página por Gosia Krogulec, All Rights Reserved